Edamame

Edamame é um alimento à base de grãos de soja ainda dentro da vagem, bastante consumido no Japão, Havaí, China e Coreia, e que agora vem se popularizando no Brasil.

As vagens são fervidas em água junto com condimentos (como sal e outros temperos) e servidas inteiras. O prato costuma ser encontrado em restaurantes japoneses e em alguns chineses, e é considerado um alimento bastante saudável.


edamame da felicidade. Benefícios do edamame


Preparo do edamame

Os grãos de soja das vagens são colhidos verdes, antes que amadureçam. As extremidades das vagens são cortadas antes de serem fervidas na água ou cozidas no vapor. O modo de preparo mais comum usa o sal, que pode tanto ser dissolvido na água antes das vagens serem introduzidas, quanto adicionado depois do cozimento. O edamame é servido normalmente depois de esfriar, porém também pode ser consumido ainda quente.

Outros condimentos comuns no preparo do edamame são o jiuzao (feito a partir dos resíduos altamente fermentados de grãos que sobram da destilação do vinho de arroz), utilizado para acrescentar fragrância e sabor, e a pimenta de Sichuan, para dar mais gosto.

Além de serem consumidos inteiros, os grãos do edamame podem ser servidos como um molho; sachês com tempero para molho de edamame são mais facilmente encontrados em mercados especializados em cozinha oriental.


Edamame - calorias e nutrientes

A porção de 100 gramas de edamame contém:

Valor energético - 110 calorias
Carboidratos totais - 12g
• Açúcares - 3 g
• Fibra dietética - 6 g
Gorduras - 6 g
Proteínas - 12 g
Vitaminas
• Tiamina (vit. B1) 0.2 mg (17% da quantidade de ingestão diária recomendada)
• Riboflavina (vit. B2) 0.3 mg (25%)
• Niacina (vit. B3) 1.1 mg (7%)
• Ácido pantotênico (B5) 0.6 mg (12%)
• Vitamina B6 0.2 mg (15%)
• Ácido fólico (vit. B9) 358 µg (90%)
• Vitamina C 11.4 mg (14%)
• Vitamina K 37 µg (35%)
Minerais
• Cálcio 71 mg (7%)
• Ferro 2.5 mg (19%)
• Magnésio 72 mg (20%)
• Manganês 1.2 mg (57%)
• Fósforo 190 mg (27%)
• Potássio 569 mg (12%)
• Zinco 1.6 mg (17%)

Como se pode observar, o edamame é riquíssimo em vitaminas e nutrientes essenciais ao bom funcionamento do organismo.

Aliás, não só o edamame como todos os outros preparados de grãos de soja são ricos em carboidratos, proteínas, fibras, ácidos graxos Ômega-3 e micronutrientes, especialmente ácido fólico, manganês e vitamina K.

No entanto, como é de se supor, o consumo de edamame deve ser evitado por pessoas que tenham alergia à soja.


Benefícios do edamame

O edamame pode contribuir para estimular o metabolismo, dando mais disposição e ajudando a emagrecer. Já sua concentração de potássio ajuda a regular os níveis de sódio do organismo, prevenindo inchaços. Além disso, as vitaminas A e C contidas no alimento, agem juntamente com a vitamina B1 e o aminoácido metionina na decomposição do álcool da cerveja, protegendo o fígado e evitando a ressaca. Por conta desses benefícios, o edamame também é considerado um ótimo aperitivo, já que é muito mais saudável e menos calórico que aperitivos tradicionais, como a batata frita.

Os benefícios do edamame já estão tão difundidos que até Victoria Beckham (ex-Spice Girl e esposa de David Beckham) já disse que seguiu uma dieta à base de edamame, morangos e salada, para manter o corpo enxuto.


Edamame - onde comprar

O edamame pode ser encontrado nas grandes redes de supermercados e hipermercados, na seção de congelados. A marca em maior evidência atualmente é a Veggie, que apresenta o produto em pacotes de 300g, cujo valor médio é R$ 13,00.

Outra possibilidade é procurar o produto em mercados especializados em cozinha oriental. No tradicional bairro da Liberdade, em São Paulo, o edamame pode ser encontrado por R$ 5,00.


Receitas com edamame

Edamame instantâneo

O preparo do edamame congelado (como o da marca Veggie) é semelhante ao do macarrão instantâneo. Basta abrir o pacote e despeja o conteúdo em uma panela com água fervendo, cozinhar por cerca de 3 minutos, escorrer e passar ao prato de servir, polvilhar com flor de sal e está pronto.


Salada de edamame e quinoa

Esta salada de edamame e quinoa (ou quinua) é super nutritiva e contém pouca gordura saturada. É uma boa opção de prato principal para refeições vegetarianas, mas também acompanha muito bem grelhados de frango, peixe ou tofu. Além disso, não contém glúten, embora seja recomendável verificar os ingredientes e temperos escolhidos.

Ingredientes:
1 xícara de quinua cruae lavada
2 xícaras de caldo de legumes
1/2 xícara de pimentão vermelho picado
2 tomates sem sementes picados
1 abobrinha pequena fatiada
1 copo de edamame descongelado
Raspas de 1 limão grande
3 colheres (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1/4 xícara de salsa picada

Modo de preparo:

1. Frite a quinoa em uma frigideira média por 5 minutos.
2. Transfira a quinoa para uma panela grande, adicione o caldo de legumes e deixe ferver.
3. Cubra e e cozinhe por 15 minutos ou até que a água seja absorvida e a quinoa fique macia.
4. Retire do fogo e despeje em uma tigela.
5. Adicionar o pimentão, tomate, abobrinha e o edamame. Mexa bem.
6. Misture as raspas de limão, o suco de limão, o azeite e despeje sobre a mistura de quinoa. Misture bem. Polvilhe com salsa.

Tempo de preparo: 20 minutos
Rendimento: 6 porções


•••

(Com informações da Wikipedia, Daniela Meira e About.com)